10/22/2014

E quando os ventos sopram de forma diferente....

Pois é... voltei....

Eu vou, volto e não escolho um lugar.... Eu ando, corro e rastejo... engatinho, levanto, mudo a música e mudo a dança. Eu escrevo, edito, apago e não posto... até hoje... Hoje pareceu que as palavras e os pensamentos entraram naquela sintonia que só quem escreve conhece bem. Sentei aqui na minha bancada e parecia que tudo estava no lugar: palavras, pensamentos, coração e tudo mais em sintonia... talvez porque estejam mesmo... talvez porque, finalmente, depois de um ano, um mês e 2 semanas, a cor da minha vida tenha retornado... da mesma forma como ela foi, ela voltou: sem peso extra. Agora, me diz você... se eu, com quase trinta anos, ainda penso que posso ir, voltar, mudar, dançar e sacudir a poeira, por que você, mais nova que eu, teria que pensar diferente? Por que haveria de criar raízes profundas em apenas um local? Tomar apenas uma decisão e morrer por ela? Escolher apenas um sonho? Quando há tanto para se viver....

If God shuts a door, quit banging on it! Whatever was behind it, wasn’t meant for you. Consider the fact that maybe he closed that door because He knew you were worth so much more.
Eu terminei meu programa de au poor "forçada", todos sabem. Eu não planejava voltar para casa toda machucada depois de uma acidente de carro, sem concluir meus créditos no college e deixando tanto para trás. Não, eu não planejava mesmo. Mas aconteceu e não havia nada que eu pudesse fazer para mudar isso... Lembro bem que o Steve me perguntou: "And now what Tarci?" e eu tive que dizer "I will have to chase a different dream, I guess".... E eu fiz isso sem saber que essa seria a minha única opção mesmo. Eu tive que me readaptar à vida aqui no Brasil e eu tive que mudar muito para isso. Assim, depois de muito aperto, eu consegui. Aprendi, me reergui. Então, siga lendo esse post... NÃO IMPORTA EM QUE FASE DO PROGRAMA VOCÊ ESTEJA... SE JÁ ATÉ TERMINOU O PROGRAMA, se já casou, teve filhos ou se ainda está preenchendo o app. LEIA TUDINHO e me diga o que achou desses pensamentos/ideias/thoughts nos comentários... :)

O que eu devia saber e que faço questão que vocês saibam AGORA/HOJE é que "mudar de sonho" pode e DEVE ser sempre uma opção. Não deve NUNCA ser a única. Era a minha única opção, mas não precisa ser a única de ninguém. Sabe aquele curso que você começou e não gostou? Tentou de tudo e não deu certo, largue. Olhe bem, tentou, tentou e viu que não era para você, ai sim deixe de lado. :) Mas só depois de tentar e fazer a sua parte para dar certo também. No mais, não estando feliz, pule fora. Start again. Busque novamente. Tente de outra forma. 

Sabe aquela velha frase do "faça aquilo que seu coração mandar"?! Pois é. Siga! Não fique com raiva de você, não se julgue e <MUITO MENOS> deixe que os outros façam com que você se sinta péssima por isso. Os outros não são você. Eles não sabem o que você está passando, não estão na sua pele. Eles não pagam as suas contas. Faça o que achar que vai te deixar mais feliz, siga seu coração. E se preserve. Seja forte. Não se submeta às críticas: a vida é sua. Pois então, o curso não era o que você esperava, o lugar escolhido para a viagem não era tão bom quanto você pensou, seu relacionamento não está mais funcionando ou seu emprego não te traz qualquer satisfação? Busque...mude! Olhe ao redor... deve haver algo que você possa mudar.... calma... não pule do prédio. Deixe cv, por exemplo, em vários lugares.... largue a viagem no meio e parta para outro destino... pense e sinta. Sinta e reflita. As respostas estão no silêncio do seu coração. Você só precisa calar as outras vozes para ouvir.


Mas tem um caso em especial: das pessoas com tanto barulho na mente que chega a ser um caos tentar ouvir uma só... o caso das pessoas que seriam felizes em quase qualquer lugar, fazendo quase qualquer coisa legal... Pessoas que só pensam em viajar, conhecer, explorar.. essas pessoas têm tantas vozes na cabeça que fica complicado ter um momento de silêncio... sei bem como é isso. Elas acham que não sabem o que querem... que estão perdidas... Bem, se esse é o seu caso, assuma isso. Você não nasceu para ter raízes longas. Você é daqui, dali e de todo lugar. Pois aproveite isso. Use a seu favor. Trabalhe um ano e DEPOIS: viaje. Mude de trabalho sempre que aparecer uma opção. Não tenha um relacionamento tão sério, busque pessoas que também pensam como você. E se não gostar de onde está indo, volte. Recomece. Reaprenda. Mas não pare. A  vida é isso mesmo: é movimento para você. Se você parar, vai enferrujar. E aí, já era! Rsrsrsrs... Pessoas como você tem sede de viver tudo e a todo instante. Pois assuma isso e vá viver! Seja essa adrenalina que você quer. E se seu coração estiver feliz assim, continue. Siga até que seu coração pense/sinta de outra forma. Lembre-se: talvez um dia ele se encontre. Até lá, há muita vida a ser vivida. :) E há lugar para todas as pessoas no mundo. Dessa forma, há um lugar para você e seu coração agitado. Por exemplo: há uma vaga de emprego em Dubai. Na entrevista estão você e outra pessoa com as mesmas qualificações profissionais que você. Dai o entrevistador pergunta:"onde você se vê em cinco anos"? A outra pessoa diz:"casada, com dois filhos" e você responde:"onde a empresa me mandar".... veja só... quem será que foi chamada para ESSA vaga de emprego, especificamente? Há espaço para todos nós. 

Mude de roupa, de cabelo, de opinião... de sonhos. E não se cobre por trocá-los ou por deixá-los no canto da estrada se eles forem pesados.... e se deixá-los será mais uma chance de começar com sonhos diferentes, mais leves. E preste atenção especial aos que te cercam. Pessoas que podem aparecer no caminho, que podem te dar uma luz ou que podem ser uma inspiração. Abra as portas da sua vida às pessoas que podem "cuidar" de você, que podem te fazer sentir viva e querida! Fique ao lado dessas... o restante pode ser deixado do lado na estrada também. Pode ser substituído... Nem tudo ou todos merecem nosso carinho e dedicação. Nem tudo deve ser tão fixo a ponto de te tirar a paz e o sono. E não deixe que nenhum acidente, ou pedra no caminho, te mostre esse lado leve da vida! Vá observando a sua.... Lembre-se: se uma porta for fechada, pelo coração ou pelos acidentes da vida, não deixe de procurar logo uma janela! 


Em busca de uma vida mais leve... mais confortável.. menos pesada... 
Um beijo, Chris Ribeiro! Você foi a minha inspiração! :)
Beijos e muito obrigada pelos comentários no post anterior! @Natália: toda sorte, menina!! Qualquer coisa, entre em cntt por e-mail. @Giiiii que fera, menina! Onde você está? O que você faz? :)

3 comentários:

Dani disse...

Muito verdade!=)

Eleni Domene disse...

Adorei o texto. Isso mesmo! Siga sempre em frente, não pare!

Renata Martins disse...

ameeeei, concordo com tudo *-*