4/18/2014

#Tirando o visto no "ErrêJota" e fazendo escala em Bogotá-Colômbia!

 Aiiiiii, pessoal bonito! It has been a while... I know it! :) But eu tenho trabalhando muitão mesmo! E resolvi logo juntar dois posts em um! Hahaha facilitando a vida... as primeiras dicas são sobre o Rio de Janeiro... Vai tirar o visto na cidade maravilhosa e não a conhece ainda? Me faz um favor? Arruma uns dois dias para conhecer o Rio... Vale a pena! 

Dica #1: voe para o Santos Dumont. É o aeroporto que fica no "cento da cidade", que tem transporte mais fácil e que fica mais perto do Flamengo, Botafogo, Ipanema... Assim, você gastará menos com transporte. O consulado americano (aprende: a embaixada americana fica em Brasilia) fica perto do aeroporto Santos Dumont. 

Um print da minha tela... só para garantir o feijão!
Dica #2: Existem bons lugares para ficar em Botafogo e no Flamengo, que não são muito caros. Há um hostel em Botafogo... pertinho do Starbucks e do Subway que pode ser uma boa opção. De lá você pode seguir para o consulado de metrô e conhecer alguns pontos turísticos que ficam ali perto, como o Bondinho- Pão de Açúcar! :) Lugar mais bonito (para mim) no Rio. Olhem aí algumas fotos. Para subir, você paga uns R$ 30 reais (meia), mas leve a sua carteirinha de estudante. Atenção: o desconto não vale para professores. A empresa que controla o bondinho "ganhou" uma ação na justiça e não há meia para professores! :( 

Abraçando o Rio!




Trilhas!
Dica #3: Assim que você sair do Bondinho e a fome te matar, vire a direita no "Quartel- Círculo Militar da Praia Vermelha" que há ao lado do Bondinho. Eles têm uma comida maravilhosa e a vista do restaurante, que é aberto ao público, é para a Praia Vermelha.  Você pode ver o pessoal nadando, praticando esportes, passando nos barcos... Uau! Vale muito... Dai, você já leva o biquíni e faz um SUP lá mesmo. Eita, Rio lindo! ;)

Ali bem atrás de mim, no local onde a água é mais escura, é a Praia Vermelha.
Dica #4: Se você curte happel e essas aventuras (vidaloka)... Rsrsrs... há happel e escalada lá no Bondinho também. Imagina ai... fazer happel com essa vista!! Mas se você for tipo yo: vale tomar um café com essa vista também... :) Quando você sobe todo o caminho há um café bem legal... pão de queijo... sorvete... tomei um café... curti a vista... fiz amigos... rsrsrsrs... 

Eita, vida difícil! 
Dica #5: Dai, você tem mais um dia no Rio? Calma... já te digo o que fazer... Rsrsrs... Cristo Redentor, se o tempo estiver "limpo" (entenda limpo: sem nuvens). Como você chegará lá? Simples. No Flamengo, que é perto de Botafogo, há uma praça- da Igreja da Glória- em que as vans te levam até o Cristo. Custo: R$ 50 Dilmas (ida, volta e ingresso). Lá é pequeno, apertado (muita gente) e se chover (como foi no dia em que eu estava lá), faz muito frio! Brrrrr... hahaha mas vale tudo. E, juro, foi muito legal. Todo mundo se ajudando para que as fotos ficassem legais. 

Eu fui logo deitando no chão e me oferecendo para tirar as fotos de um casal. 
Todo mundo quer um "pouquinho" do Cristo... É uma energia muito legal estar lá em cima... com ele... pertinho do céu... :) 
"Abençoa aí!"
E não acaba aí.... olhem só a vista.... para a Lagoa e para o Bondinho... :) Foi nessa subida que encontrei duas meninas que seriam au pairs mas desistiram do sonho por causa da faculdade e hoje estavam muito arrependidas. Eu falei que valia cada centavo e gota de suor... Então, elas, que são mais novas que eu (tinham 27), falaram que iriam tentar sem agência. Tomara que dê certo. Ser au pair (morar fora) é um divisor de águas. 

Passando frio! E a chuva chegando... rsrsrs...

é apertadinho assim mesmo! :D
#Dica 6: Então, vai ficar dois dias? Há uma noite no meio? Rsrsrs... dicas para as noites: subir para a Lapa (de taxi, hein flor!) ou seguir para Ipanema para um café-"boite" chamado "Galeria Café"! É pequeno, mas muito agitado. Para entrar: 30 Dilmas. Não há meia. 

Primos: familia do Rio!
Mas se você escolher a Lapa: Rio 40 --> sambaaaa! Hahaha... No Rio não faltam opções. :)

Eu sei, eu sei... não há tempo para conhecer tudo!! Mas o Cristo pode ser feito em uma manhã... Aí te sobra a tarde e você pode ir para.... O Jardim Botânico... é muito bonito. Mas a dica dentro da dica é: vá embora antes das 16h para não virar almoço de mosquito tropical (como eu virei!)... não teve repelente no mundo que desse jeito. Certeza que algum mosquito bizzarrus doideiras (do Latim) me pegou, porque (meuw!) era cada marca! Hahaha E eu, Tatá, fiquei só no Palaramine o resto da semana. 

Cenário de novela.. rsrsrsrs

Merecido!

Encontrando alunos... mundo pequeno!

Eu achei lindo!
E aí sobrou um tempinho antes do jantar? No último dia? Rsrsrs... desespera não!! Tem a confeitaria Colombo!! Com o melhor milkshake de pistache do mundo todo (ok. ainda não viajei o mundo todo, mas não há melhor até agora!)... melhor é que meus primos lindos toparam me encontrar lá faltando 5min para a confeitaria fechar.... rsrsrs... fomos os últimos, mas valeu muito! :)  


Eu e as panorâmicas! Uma paixão. Catedral! :)  
É bonita...
Eu fiz assim: peguei um taxi de Laranjeiras (onde eu estava... pertinho de Botafogo) até a Catedral... fiz uma visita de 20min e fui caminhando até a confeitaria. Eu estava sozinha e chovia um bocado. Rsrsrss.. comprei um guarda-chuva e continuei caminhando como se eu fosse moradora do Rio... hahaha... aquela que sabe onde está.... sabe o que está fazendo... não abre mapa na rua... rsrsrs... são uns 10min de caminhada entre a Catedral e a confeitaria....


Eles topam tudo! Até com chuva!

Moraria ali... fácil... rsrs
E como falei ali em cima... antes do jantar: confeitaria Colombo do Centro... para jantar: Outback que fica em Botafogo. Sim, você poderia ir caminhando lá do hostel em Botafogo. Fica na frente do shopping. Mas é perigoso. Esse Outback é considerado o mais badalado do mundo! Muito legal! A gente até foi, mas estava lotado. Comemos no mesmo prédio. Bem ao lado. Só não lembro o nome do restaurante... rs....


Jantar merecido depois do jardim botânico...
Sim, fiquei uma semana lá. Fui com um grupo de nove (!!!) franceses e não, eu não falo francês. Nós alugamos um apt em Laranjeiras... Imaginem como foi animado! Rsrsrs meu único objetivo era vê-los desfilar na Sapucai, pois eles tinham comprado as fantasias em outubro de 2013. Iria assistir e o resto seria lucro, mas o carnaval do Rio tem dessas surpresas e eu acabei desfilando também. E saindo no site da Globo e na tv. Rsrsrsrs... 

Eu no mosaico: melhores momentos do carnaval! 
Eu ainda estava desfilando quando as mensagens chegaram no meu cel: -"a gente te viu na tv!"... hahaha foi uma surpresa tanto para mim quando para quem assistia. Eu só soube no dia, algumas horas antes, que iria desfilar também. Na ala dos meus amigos, pois alguém havia desistido.

Eu achando tudo lindo. Menos o peso da roupa. Rsrsrs...
Eu consegui tirar essa foto com a ajuda de um policial muito gente boa.
Aí eu sai tirando com todo mundo... hahaha
Uma das alas mais legais...

A vida virando uma mistura de cores...
Ai você fica achando que foi fácil desfilar, não é?! Hahaha não não... essa roupa pesava muito... 8kg. O chapéu apertava muitoooooo e o pior: não há lugar para você trocar de roupa. Solução: vestir por cima da roupa que você está usando. Colocar tudo de valor nos bolsos (carteira, celular e câmeras) e as chinelas no bolso de trás (calçar os sapatos da fantasia). E dançar. Deixar o batuque levar. Sorrindo sempre... pois é uma experiência única. Se seu ano de au pair já pode começar sendo "A experiência" no Brasil mesmo, esperar para quê? Rsrsrs.... 

**Sobre a Colômbia!**

Aí, você descobre que a agência vai te mandar pela Colômbia... e que a sua conexão sairá de Bogotá... não desanima, menina! Eita, lugar fera é o aeroporto da Colômbia... deixa eu dar as dicas....

um café muito tradicional por lá...

um recadinho do aeroporto!
Dica #7: o aeroporto tem lockers (armários com cadeado). Você pode alugar um para deixar a sua mochila enquanto visita a cidade até a hora do seu voo. :) Pega um ônibus, dá um pulo no centro, toma um suco de "lulu" (uma fruta que parece maracujá) e volta. ;) 

Dica #8: o "free shopps" (rsrsrsrs) deles é MUITO MAIOR QUE O DE SP. E mais barato também... por exemplo: o mesmo perfume em SP era 105 Obamas. Lá, eram 86 Obamas. (sim, tudo em dólares). Vale a pena conferir com calma... 

Dica #9: A MAIS IMPORTANTE... alguns voos chegam no terminal 1 e saem do principal. Existe um ônibus entre os terminais. Não demore a encontrar seu "caminho da roça". Pergunte aos seguranças e vá rapidinho encontrar seu portão. Eu contei 59 portões no terminal principal (que está em reforma). Reflita no caminho a ser percorrido! E, como eu tenho sorte, embarquei no 49 (andei....). 

#Dica 10: mande postais para você também! Sim, com seu end. no Brasil ou nos EUA... é uma experiência super legal! :) E lembre-se que na Colômbia, o Correio do governo é chamado 472. Pergunte por ele ou te mandarão para a-versão-FeDeX-da-Colômbia (oi? 72 reais cada selo para o Brasil.... quase morri!).

Ah, eu não fui para os States. Eu fui mesmo para a Colômbia fazer um treinamento para o meu trabalho... um "estágio" de 5 dias. E amei a experiência... Principalmente sobrevoar os Andes....

Andes
É isso... dicas, dicas e mais dicas... :) Espero que tenham sido úteis. Viajar é sempre bom! Amo um mapa na mão. Sou ótima com direções. Dificilmente me perco. Só preciso ir a um local uma vez e consigo voltar...porém, eu sou péssima com segurança. Nunca vejo nenhuma pessoa como "suspeito" em potencial. Na verdade, eu converso com estranhos como se fossem amigos de longa data... rsrsrs não presto atenção.... rsrsrsrs... 

Um abraço para vocês... e deixem ai nos comentários o que pensaram do post, ok? E lembrem-se: "we" are feeling 22! rsrsrsrs... vão curtir!! 

Beijos!

3/16/2014

O que fazer com o namorado?

Aquele sobre o que fazer com seu boymagya ou girlmagya... Pois é... O carnaval chegou e foi embora e o que eu mais recebi no inbox foram mensagens perguntando o que fazer com o namorado(a) agora que o ano "realmente iria começar" e os planos do intercâmbio acontecer. Eu não recebi uma ou duas mensagens, eu recebi bem mais... Eu recebi comentários, desabafos, dúvidas e só então eu resolvi escrever esse post. Vamos lá?! Vou começar com a regra número 1: 




#1: NUNCA, NUNCA, NUNCA deixe alguém mudar SEUS sonhos.... O seu sonho é realmente viajar e morar fora? É mesmo o que VOCÊ quer? Então, não deixe ninguém atrapalhar isso... Com a decisão tomada: VIAJAR é o que você quer fazer, agora você tem que lidar com ela e resolver os "pequenos dilemas". 

#2: DIGA SEMPRE A VERDADE... Não adianta dizer que vai viajar e que tudo será exatamente igual, porque não será. A distância e os objetivos diferentes podem, SIM, mudar um casal. Então, seja honesta (o). Diga os motivos de fazer o intercâmbio, as vantagens e o tempo em que você ficará fora. Se o seu parceiro concordar e te apoiar, é a hora de planejarem juntos...Sim, deixe sua "metade da laranja" te ajudar, né?!

#3: PLANEJE: Comece com o tempo do intercâmbio... 6 meses? 1 ano? 2 anos? Sua outra metade precisa saber... Depois, escolha a data da ida e da volta.... O que fará enquanto estiver fora, os cursos que irá estudar, os lugares que irá visitar e as datas da visitas ao Brasil.... 

#4: ENVOLVIMENTO: chame o outro para tomar decisões com você. Escolher a cidade, a host family, as horas de trabalho, os cursos no college. Convide para ir à agência, às palestras, aos meetings com as outras au pair e, é claro, apresente outros casais que ficarão um ano longe como vocês. Deixe-o ajudar a escolher a family e não esqueça de contar para a host family que você tem alguém no Brasil e que esse alguém gostaria de te visitar durante seu ano fora. Pergunte se haveria algum problema e tire todas as suas dúvidas. 

#5: MARCAÇÕES: marquem em um calendário comum (um novinho que a fofa (o) vai comprar apenas para a ocasião... algo especial... compre dois iguais, fofa!!) as datas especiais e os projetos. Niver de namoro, por exemplo... E como projetos entendam "os dias de visita". Quando irão se encontrar durante esse tempo longe um do outro? Uma vez no semestre? Onde? Marquem no calendário. É algo físico em que os dois poderão se agarrar para não morrerem de saudades. ;) Uma possibilidade é marcar, também no "meio do caminho". Férias na Disney? Ou um encontro no México? Usem a imaginação e o dinheiro semanal para planejar. É possível sim. E pode ser bem legal. Marquem tudo nos dois calendários e "contem os dias". É uma experiência que pode ser bem legal. ;)

#6: SEM ARREPENDIMENTOS: Se vocês combinaram tudo direitinho e se houve apoio até o final da parte da "sua metade da laranja" não há motivos para que você não se divirta durante o seu ano fora. Nada de arrependimentos. Se os dois concordaram que seria legal, que iria fazer bem ao futuro, e que você iria crescer com a experiência, então você vai curtir cada momento. Vai sair com azamigas, vai viajar e vai em todos os lugares que sempre quis ir. Afinal, é um ano para aproveitar e não para ficar em casa sozinha lamentando a saudade e a distância, né?!



#7: MANTENHA A SUA PROMESSA: olha, essa é a parte mais importante para mim. Eu sou muito apegada as palavras. Se você me falar que vai fazer, você pode levar 3 anos pensando em <como fazer>, mas não volte atrás, por favor. Ou seja, se você prometeu a quem ficou no Brasil que iria fazer Skype duas vezes por semana, no horário tal, cumpra. Se você prometeu que não iria à baladinhas muito loucas, cumpra. Mas se você chegou nos States e "pirou o cabeção", então, volte ao número 2 e DIGA A VERDADE. 

#8: PIRANDO O CABEÇÂO: muitas pessoas chegam aos States e piram a caixola. É muita coisa junta: liberdade, viagens, agitos, U$ e outlets (rsrsrs). Daí a pessoa começa a achar que manter um relacionamento à distância será impossível... Well, my dear, seja honesto e diga isso com todas as letras a quem ficou te esperando no Brasil e o deixe livre. Sim! Termine! E explique o porquê. Ninguém é obrigado a ler a sua mente. Diga com todas as letras: "quero paquerar gatinhos americanos" ou "não quero mais te dar satisfação" ou "não gosto mais de você dessa maneira".... E prepare-se para as consequências, como, por exemplo, vê-lo construir a vida no Brasil com outra pessoa. E se o contrário acontecer, O QUE É UMA POSSIBILIDADE (você viaja, ele(a) não segura a barra e termina com você) SEJA FORTE. O mundo e nem o intercâmbio acabarão aí. Dê o gás, comece de novo e se reinvente. Mais fácil falar do que fazer, I know, mas era uma possibilidade e você terá que tentar. No final, você verá que o Plano Maior era outro e que valeu a pena. 



#9: COMUNIQUE-SE e COMPARTILHE: Ei, esse para mim é o ítem mais importante para vencer a distância. Com tanta tecnologia, ahhhhh por favor, seja criativo!! Crie um blog especialmente para o seu "alguém especial" e divida as coisas apenas com ele. Deixe fotos e mensagens carinhosas... Ele se sentirá ainda mais querido. Faça FaceTime e Skype SEMPRE que possível e deixe-o participar do que você estiver fazendo: apresente a casa, as kids, a cidade, os hosts, o college... ;) Seja criativo: volte ao tempo das cartas e dos cartões-postais (dos lugares que visitou). Faça uma coleção com ele: ímãs de geladeiras, chaveiros, moedas e canetas... Coisinhas dos lugares em que forem um sem o outro, para terem como lembrancinhas futuramente. É uma ideia muito legal e uma chance de continuarem com um objetivo comum. 

#10: E A CHANCE DO OUTRO? Essa também poderá ser a chance do outro viajar, assim como você. Aproveite. Veja a possibilidade dele(a) também fazer um intercâmbio e ter uma experiência tão maravilhosa quanto você. Vale até ser male au pair e tentar um family próximo a sua. Ahhh até existem families que receberiam vocês dois, viu!? É só pesquisar. E manter todas as dicas anteriores com a diferença de que ele não estaria no Brasil, estaria em outro pais, assim como você. Lembre-se: ele também deve ter uma chance como a sua.  

E, no final das contas.... 




porque se esse for realmente um sonho seu (de vocês), as coisas irão se organizar. É claro que tudo que escrevi é "teoria"... Embora eu conheça muitos casos reais de casais que venceram a distância, também conheço casais que seguiram caminhos diferentes. Assim, peço para aqueles que tenham experiências para compartilhar, que as deixem nos comentários. Eu farei um post com as experiências "de verdade" em breve.

Espero ter ajudado. 
Beijos,
T.
PS: Já curtiu a página do Amiga do Tio Sam no FB? Não? Corre lá... veja as dias e as informações que posto diariamente (ou quase...RSRSRSRS). 

2/08/2014

#Aquele sobre o POF

Eu poderia está matando, roubando ou dormindo... mas nãoooo, nãooooo... eu fui fazer um trabalho de segurança pública para todos vocês. Rsrsrs... Assim, eu fiz um cadastro de alguns dias no POF para ver como as coisas funcionavam por lá e, se querem saber, não gostei. Vamos aos 5 motivos:

1) Os meninos são bem fúteis. Querem logo uma foto de corpo todo e uma de rosto e já começam a "falar bobeira". Tem gente que gosta, não condeno. Mas não me atrai... Bom, continuei lá mesmo assim...

2) A ferramenta de busca é uma meleca. Você digita "New York" e o site te mostra meninos em São Paulo. Putz. Se eu quisesse SP, digitava SP. E isso porque eu usei o cep dos EUA.

3) Várias ferramentas só ficam disponíveis se você for pagante. Ok. Era de se esperar, mas isso poderia ser mais claro quando o serviço se inicia.

4) Não há a opção "chat". Pelo menos para os não pagantes.

5) Diferentemente de outras redes sociais, você só saberá se recebeu mensagens caso conecte-se ao seu perfil. Uma meleca. Não dá para abrir aquilo em qualquer lugar.

O bom é que encontrei dois "amigos" dispostos a responder perguntas sobre os motivos de estarem no POF. Eles foram gentis e eu não menti. Eu disse que era uma matéria para o  blog. Um deles me disse que preferia o site porque não precisaria sair de casa. (Mas isso caia em contradição com o perfil dele que dizia "amo viajar, sair e fazer atividades ao ar livre". Ok. Os dois estavam procurando um relacionamento sério, mas admitiram que saem com várias meninas ao mesmo tempo e que não escondem isso... (gente, sorry, não tenho estrutura para isso! hahaha...) E um deles ainda falou que só estava lá porque a namorada estava viajando e ele queria conhecer mais gente. Hahahaha... 

Fora tudo isso, tinham umas fotos que "afff-Maria"... hahaha meninos também não têm muita noção... hahaha tiram fotos e acham que todas podem ir parar lá, né?! Aff... hahaha

Agora, o lado bom: fiz um amigo. Ele parece muito legal... e com isso, conclui, que pescar um "peixe" lá não é fácil, mas que as meninas que pescaram devem ser-estar muito felizes. Existem sim, pessoas legais por lá. Amáveis, como esse amigo. Mas, como toda pescaria, o "mar" precisa estar bom para peixe e a pescadora precisa ser persistente. 

E para essa galera que faz boa pescaria, a minha dica é: cuidado com os encontros. Marquem em local público e avisem a uma amiga. Uma que possa te ligar e falar algo combinado para saber se as coisa vão bem... :) Querida au poor, seja esperta.

É isso... todo mundo seguindo a página do Amiga do Tio Sam no FB? Espero que sim... mais dicas e bons papos por lá todos os dias...



Tarci

1/05/2014

Post 101: aquele sobre a road trip com azprimas!

Meu povo! Desculpem ter sumido, mas o final do ano foi agitow! Rs. Eu sabia de duas coisas: que precisava estar em Fortaleza-Ceará às 9h do dia 27-12... E que nada havia sido planejado por mim. Hahahaha.. Pela primeira vez, partiu viajar na doida. Eu não sabia nem o nome do lugar para onde eu estava indo. Hahahaha... Senta e escuta essa história. Principalmente se você quer tirar seu visto em Recife. 

Em Enseada.
Antes que alguém fale "ahhh road trip no Brasil...afff que paia!" Eu gostaria de lembrar as "brasileiras esquecidas" que o nosso pais é lindo e que, com um pouco de planejamento (não feito por mim) dá para se fazer uma ótima viagem, sim! Parem de achar que só tem e que só dá nos States. Calma, galera. Por aqui também é possível.

Saímos de Fortaleza às 7h rumo ao Recife. A BR só fica duplicada perto de Mossoró, até lá, tem um pouco de trânsito e o motorista precisa ter mais atenção. Na ida, nós paramos em Natal para almoçar no Mangai (são umas 5h até lá e depois mais 5h até Recife). 

Partiu praia: eu, Ursula, Mari, Renata e Lili! ;)
Bom, a gente chegou em Recife pela praia da Boa Viagem umas 19h e de lá, seguimos viagem pelo litoral até Enseada dos Corais, o nosso destino final. Mas para quem vai tirar o visto, há um shopping bem perto do aeroporto, o shopping Recife. O taxi dá umas R$ 6 Dilmas. Você pode ficar no shopping antes e depois do seu voo. Pode almoçar e ficar mais tranquila...
Depois do almoço: Camila, eu e Lili.
Mas meu conselho é que, se você puder, fique uns dois dias por lá. Eitaaaaaaaa lugar lindo esse Recife!! Affff... Aproveite e almoce no restaurante Chica Pitanga, na praia de Boa Viagem, e visite o Instituto Brennand (estilo: a Europa é aqui!)... A entrada custa R$ 10, Dilmas a meia e tem vários objetos do nosso período holandês. 

Museu: adooooro! ;)
E como eu estava apenas passando por Recife, o acampamento mesmo era em Enseada dos Corais, deixa eu continuar a história. De Enseada pode-se visitar váááárias praias próximas. A dica é fazer a trip de carro com uma galera massa e animada mesmo. Não dá para depender de ônibus por lá e taxi entre as praias sai carinho. Assim, em Enseada você monta o seu acampamento, passa um dia, toma banho de mar, dorme e vai visitando as praias próxima nos dias seguintes. 

A vista do nosso apt. 
De Enseada, nós fomos para Carneiros bem cedinho e fizemos um passeio de lancha. Nós conhecemos uma piscina natural lindíssima e paramos para tomar cadinho de urutu (o primo do caranguejo) em uma das ilhas próximas. Dica: toda peixada nessa região vem com camarão. Eu amei a surpresa... hahaha.. pena que uma das meninas era alérgica. Ah, o passeio de lancha custa R$ 50 por pessoa e de barco custa R$ 38. A gente foi de lancha porque ela nos levaria à piscina menos conhecida. :) Eu, a Thalita, a Mariana e a Ursula vimos a Dori (do Nemo...rs) e nos divertimos muito. Tinha até banho de argila. 

Na lancha!
Procurando a Dori!
E a gente também visitou Porto de Galinhas, claro. Lá que nós viramos o ano em uma baladinha que eu amei... ;) 

Na entrada de Porto de Galinhas
Em Porto de Galinhas mesmo, o que salva são os restaurantes, pois há várias opções e a vida noturna é bem legal: tem barzinho, café etc. Mas eu preferi a praia de Enseada e a praia de Carneiros para tomar banho de mar. Nós também passamos pelas praias de Charéu e por Paiva. 

Camila, Renata, Lili, eu, Ursula e Mari: esperando 2014 chegar!
Bom, eu não estou postando cronologicamente, ok? Estou colocando lugares e passeios que fizemos. Nós ficamos na casa de uma das meninas e economizamos com a hospedagem... Yey! Mas para quem quer viajar, há boas opções de pousadas simples pela área de Porto. 

Jogamos vôlei todos os dias e morremos de rir umas das outras. Ninguém era normal... hahahaha.... 
Era "a casa das 7 mulheres": Thalitona, Ursula, Lili, Mari, Renata, Camila e eu.
Sério, se você vai tirar o seu visto em Recife, fique dois dias e chame uma galerinha que também vai ser a pair para ir com você. É uma viagem inesquecível. Ou se você quer indicar um roteiro bem brazuca, esse é o caminho. 


Banho de argila: Úrsula e eu.
Havia algo para fazer todos os dias... Um dos dias, eu acordei bem cedo e fui sozinha passear na praia. Fui de Enseada até Chareu pela praia mesmo... no meio das pedras... eu vi caravelas (aquele bichinho roxo, sabe!), vi o baiacu (um peixe irmão do porco-espinho...rs), vi água-viva e vi LIXO. Pow, no meio do nada com o lugar nenhum, ou seja, no meio do paraíso, o povo ainda não aprendeu que levar um saquinho não custa nada!! E lá sai eu... pelas pedras... recolhendo tudo que via... depois, andei até uma barraca e joguei tudo no lixo. No final da caminhada, Deus me recompensou... rs... havia um paredão rochoso que consegui escalar e tive a vista mais linda do litoral pernambucano. :) No último dia, nós partimos com o coração choroso... Rsrsrs ninguém quer ir embora de um paraíso desses... Mas fomos para Pipa, perto de Natal, no RN. E saímos na doida. Sem lugar para ficar... chegamos por volta das 16h e paramos em várias pousadas até a Camila ler a placa do chalé lilás. Ela desce do carro, põe a cabeça dentro da casa e pergunta:" ei, chapa, aluga tua casa aí para a gente. A gente só vai dormir. Na moral, aluga, vai!" e o moço alugou. Hahahaha parece mentira, né? Bom, ele não morava lá e a gente realmente ia só dormir uma noite... Ele cobrou R$ 250 dilmas, pois éramos quatro. 

Olha o contato aí!
A nossa ida a Pipa foi de ultima hora e foi só emoção. Hahaha. A gente não quis fazer o mesmo puxadão até Fortaleza de uma só vez. Mas aí já havíamos perdido a Úrsula e a Renata (para o trabalho) e a Thalita (que ficou em Enseada). 

Então, em Pipa, nós visitamos o Chapadão (uma área que fica no final da rua principal, à esquerda. Não tem erro.) pela bela vista...E a Camila descolou um local para surfar. Olhem as fotos que fiz lá:

Minha primeira panorâmica. 

Brincando com a luz....
Depois que a luz foi embora, nós comemos um crepe e eu comprei uns brincos. Rsrsrs... A artesã faz apenas umas quatro peças de cada e é muito simpática. Gostaram da argola? Gente, amei Pipa. Se eu tivesse mais dias livres, passaria por lá. É um local super agradável e jovem. As pessoas são simpáticas e muito bonitas. :D (importante esse último detalhe)... rs


Pois é... esse é um post retomando o assunto "viagem" e mostrando o que o nosso pais tem de mais bonito. Vale juntar uma graninha, tirar o visto em Recife e fazer alguns desses passeios. Vale conhecer o nosso pais, sim! A estrada é muito boa entre Fortaleza e Recife. Há um pequeno pedaço que ainda não foi duplicado, mas dá para seguir tranquilo. :) Mostrem o nosso pais lá fora com orgulho, pois coisas ruins existem em todos os lugares.  E não esperem para viver aventuras apenas quando forem para os States, né?!

Chegamos a Fortaleza no domingo, às 20h. E paramos para lanchar uma tapioca nas "tapioqueiras". Vocês já ouviram falar? Ontem eu fui ao Dragão do Mar e à rua Monsenhor Tabosa (onde há sandálias e bolsas). Hoje eu fui comer sorvete de sapoti na "50 sabores" na Beira Mar e fui ao Iguatemi. Eu até tirei fotos... mas a da tapioca eu não consigo achar e a do sorvete não foi no meu celular. Rsrsrsrs... eu = lerda. Mas calma, pessoal. Eu irei postar mais em breve. E viva o post 101. É muita garra mesmo para continuar o blog, viu!? Meu último pedido: alguém poderia colocar o link desse post e do outro nos grupos do FB? Obrigada. Vamos aos recados?

@Dani e Leo: alegria em saber de vocês depois de tanto tempo. :)

@Gisella: eu ainda estou me acostumando e estou fugindo de todas as redes sociais. Meu blog tem sido suficiente. :) Beijo.

@Clau: também acho que seja coisa de gente que não tem nada para fazer... hahahaha... manter contato por lá é ótimo. Algumas pessoas realmente não lembram que e-mail existe. Beijo. 

@Nath, Naty e Aulas Particulares: muito obrigada pelos elogios. Sou tão tímida com meus textos... mas esse eu tive um momento de coragem e publiquei... kkkkk... se ele sumir, é porque me arrependi. Kkkkk beijos!

@Bárbara e Gabi: de nada. Bárbara, eu te escrevi. Você não recebeu? Beijos!

Um beijo para vocês, 
Tarci